LADAINHA

Discordar é um direito

Auteur & Interprète :
Mestre Pernalonga

Discordar é um direito

Discordar é um direito, colega véio

É um direito que você tem

Discordar é um direito, colega véio

É um direito que você tem

Agora pra me conhecer, colega véio

Olha tem que ser de perto

Eu sou um homem honesto

E também trabalhador

Eu sou um homem honesto, colega véio

E também trabalhador

As coisas que te falaram

É mentira, meu senhor

As coisas que te falaram, colega véio

E você acreditou, camaradinha

 

Viva meu Deus!

Iê viva meu mestre!

Ê quem me ensinou

Ê na capoeira

Ê na malandragem

Ê volta do mundo

Ê que o mundo deu

Ê que o mundo dá

Discordar é um direitoMestre Pernalonga
00:00 / 01:04

Toda bahia chorou

Auteur : Mestre Boa Voz

Toda Bahia chorou

Toda Bahia chorou

No dia em que a capoeira Angola

Perdeu seu protetor

 

Mestre Pastinha foi embora

Oxalá quem o levou

Lá pras terras de Aruanda

Mas ninguém se conformou

 

Chorou general, menino

Chorou mocinha, doutor

Pretas velhas, feiticeiros

Ogãs e Babalôs

 

Berimbau tocou iúna

Num toque triste de morte

E a capoeira foi jogada

Ao som da triste canção

 

Da boca do mandingueiro

De dentro do coração

E não houve na Bahia

Quem não cantasse esse refrão

 

Iê vai lá menino

Mostra o que o mestre ensinou

Mostra que arrancaram a planta

Mas a semente brotou

E se for bem cultivada

Dará bom fruto e bela flor

Toda bahia chorouMestre Boa Voz
00:00 / 01:04

Dente de ouro

Auteur : Domaine public

Interprète :
Mestre Waldemar da Liberdade

Iê….

Ela tem um dente de ouro

Ela tem um dente de ouro, ô meu bem

Foi eu quem mandei botar

Eu vou rogar uma praga

Pro dente se quebrar

Dela eu não me alembro, ô meu bem

E não quero me alembrar

Das horas amargurada, ô iaiá

Com ela eu conversava

Na beira de uma praia

É um bonito luar

Ela sempre me jurando, ô meu bem

Que a outro não amava

Vim da Ilha de Maré

Jogar em Santa Rita

Duas coisas nesse mundo

Que meu o coração palpita

É um berimbau vozeiro

E uma moça bonita

Camaradinho… Aquinderreis

 

Iê, aquinderreis, camará

Vamo-nos embora

Iê, vamos embora, camará

Pela barra afora

Iê, pela barra afora, camará

Rio de Janeiro

Iê, Rio de Janeiro, camará

Dente de ouroMestre Waldemar da Liberdade
00:00 / 01:04

Minha fé em deus

Mestre Sombra

Minha fé em Deus é grande - 2x

É grande como o universo

Na roda da capoeira

Proteção a Deus eu peço

 

Na corda do berimbau - 2x

O meu nome eu vou falar

Eu me chamo o passado

De um futuro bem presente

 

Viva Deus la nas alturas

E a capoeira para gente, camaradinha…

 

Iê viva meu Deus

 

Iê viva meu mestre

 

Iê quem me ensinou

 

Iê a capoeira

 

Iê vamos embora

Minha fé em deus é grandeMestre Sombra
00:00 / 01:04

Vou falar a minha mãe

Mestre Deraldo

Vou falar a minha mãe

Ai meu Deus que faço eu

Eu nasci pra capoeira

Não sei como aconteceu

Ela então me respondeu

Seja o que Deus quiser

O destino é Deus que manda

Não é como a gente quer

Vou me embora, vou me embora

Vou me embora pra Bahia

Pra terra da capoeira

Ela é a minha vida

Iê viva Bahia...,

São Salvador... ,

Viva São Paulo... ,

Rio de Janeiro...

Vou falar a minha mãeMestre Deraldo
00:00 / 01:04

Eu já vivo enjoado

Auteur : Mestre Pastinha

Interprète : Carolina Soares

Eu já vivo enjoado,

De viver aqui na terra,

Oh mamãe eu vou pra lua,

Falei com minha mulher,

Ela então me respondeu,

Nós vamos se Deus quiser,

Vamos fazer um ranchinho,

Todo feito de sapé,

Amanhã ás 7:00 horas,

Nós vamos tomar café,

E eu que nunca acreditei,

Não posso me conformar,

Que a lua venha a terra,

Que a terra venha o luar,

Tudo isso é conversa,

Pra comer sem trabalhar,

O senhor amigo meu,

Escute o meu cantar,

Quem é dono não se enciuma,

quem não é quer enciumar…

 

É hora é hora 

Iê vamos embora

Pela barra fora

Iê viva meu Deus

Iê viva meu Mestre…

Eu ja vivo enjoadoCarolina Soares
00:00 / 01:04